Vinheta ASSINE O VOX.jpg

Autoridades fazem de conta que não veem,

e rinhas de galo maltratam e sacrificam animais na cidade

ROBERTO MARCOS - VOX VALES

Quarta-feira, 05 de maio de 2021, às 07h51min - Editoria de AUTORAIS

RM.jpeg

Organizar ou participar de rinha é crime ambiental, definido no artigo 32 da Lei Federal nº 9.605/98 que diz: “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. ... A pena será aumentada em caso de morte do animal. Apesar do esforço de leis estaduais (inconstitucionais) e do empenho de galistas através de alguns deputados, nada mudou: a prática segue sendo CRIME.

 

Apesar de todo aparato legal definindo a prática como crime, autoridades fazem de conta que não veem. E assim, criminosos seguem realizando o que chamam de "esporte" nos quatro cantos de Teófilo Otoni. Além de ambientes a que chamam de rinha (e nem é tão difícil localizá-los), teofilotonenses insistem em maltratar galos e sacrificá-los nos fundos das suas casas, bares, quintais, calçadas, pelo estranho prazer da violência e, em boa parte parte dos casos, por apostas. (Prática mais recorrente no anel periférico da cidade).

Existem muitos criatórios de galo (inclusive anunciados despreocupadamente na internet), cujo fim é cometer o crime previsto pela Lei Federal 9.605/98. Ou seja, prepará-los para brigar. Há inclusive propaganda de galos campeões e fotos desses campeões publicizadas. O mesmo hábito vale para criadores de canários que os exibem na rede de computadores, compilando, inclusive, o número de brigas que já venceram.

Embora seja esse um dos sinais de que a sociedade retrocede em muitos aspectos ou que preserve distorções de comportamento vindas do passado, há quem enxergue uma suportável naturalização nesses hábitos. O que é mais estranho é que agentes da lei, conhecedores da lei, ficam de costas para o problema, permitindo que o crime avance e enraíze em meio à nossa sociedade. E como se não bastasse a naturalização das "rinhas", correm também denúncias da existência de policiais envolvidos na criação, comercialização e na prática dos combates entre animais.

Rinha.jpg
WhatsApp Image 2021-03-15 at 10.41.14 (2
WhatsApp Image 2021-03-15 at 10.41.14 (3
WhatsApp Image 2021-03-15 at 10.41.43 (1
WhatsApp Image 2021-03-18 at 09.23.28.jp
BOX Fechamento de matéria.jpg
Publicidade DILUI.jpg