Vinheta ASSINE O VOX.jpg

Aluguéis comerciais em Teófilo Otoni

beiram à extorsão e emperram o crescimento da cidade

SALA DE REDAÇÃO - VOX VALES

Sexta-feira, 07 de maio de 2021, às 07h51min - Editoria de CIDADES

Para especialistas, o direito à propriedade exercido por donos de imóveis no centro de Teófilo Otoni é um antigo e conhecido problema. E crônico. Os preços dos aluguéis praticados por proprietários de pontos comerciais emperram o desenvolvimento da cidade, uma vez que empreendedores, ou seja, qualquer um que queira abrir um negócio na celular central, tem que arcar com valores quase impraticáveis. Isso faz com que gente que tinha em mente abrir um novo negócio recue, temendo a importante fatia dos seus lucros abocanhada pela locação do ponto. 
Um gestor de imobiliária que não quis ser identificado, disse ao VOX que, embora seja um direito inquestionável, aproxima-se de uma canalhice o que fazem principalmente alguns herdeiros de imóveis na região central. "É relativamente um dos aluguéis mais caros do Brasil", advertiu. E em tom de indignação acrescentou: "Tem gente aí que nunca bateu um prego na vida, herdou o que tem e faz desse direito uma verdadeira extorsão. Também por isso, a cidade não cresce. Afinal de contas, fica quase impossível empreender um novo negócio em Teófilo Otoni, gerar empregos e riquezas, já que os proprietários de imóveis comerciais são verdadeiros sócios do empresário. É um sócio desafeto".
 

Agora com a pandemia então, a coisa ficou ainda pior. O pagamento do aluguel comercial está entre os maiores problemas de quem viu a renda ser afetada nesse período. Especialmente agora, um ano depois, quando chega a hora da renovação e, consequentemente, da aplicação do reajuste anual previsto nos contratos firmados. Para gente da área com quem o VOX conversou, a melhor forma de lidar com essa questão é renegociando valores e prazos. Essa iniciativa é a mais recomendável (e não há outra) tanto para locadores quanto para locatários, embora seja pior para quem paga. Mas o fato é que ela alivia inquilinos, com as contas apertadas, e permite que proprietários de imóveis – que muitas vezes têm o aluguel como receita principal - evite ficar com seus pontos comerciais vazios.

.
Centro da cidade.jpg
Sub Manchete 1.jpg
Sub Manchete 2.jpg
Sub Manchete 3.jpg
WhatsApp Image 2021-03-15 at 10.41.14 (3
WhatsApp Image 2021-03-15 at 10.41.14 (2
Publicidade DILUI.jpg
PUBLI Use Engenharia.jpg
BOX Fechamento de matéria.jpg
Sub Manchete RODA 1.jpg
Sub MANCHETE Frase 1.jpg